Home / Mundo Pet / Saiba como viajar com seu cão de forma segura e sem riscos

Saiba como viajar com seu cão de forma segura e sem riscos

Foto: Lulu já se acostumou a usar o cinto há mais de seis anos (Foto: Arquivo pessoal)

Equipamentos podem salvar a vida dos bichinhos em caso de acidentes.
Descumprimento das normas prevê multas de R$ 127,69 e R$ 85,13.

Você sabia que pode colocar a vida do seu animal de estimação em risco por não estar atento à maneira correta de transportá-lo? Usar equipamentos de segurança desenvolvidos especialmente para pets pode salvar a vida dos bichinhos em caso de acidentes.
Uma empresa especializada em cintos de segurança para pets afirma que um cão de 10 quilos pode passar de 100 quilos em uma batida de carro. Já o peso de um animal de 50 quilos pode ultrapassar uma tonelada. “Testes realizados com pets em tamanhos e pesos reais já comprovaram que, quando o animal está solto no veículo, além de se machucar gravemente no momento do impacto, coloca a vida do motorista e dos demais passageiros em risco. O cinto de segurança para cães, desde que tenha design e materiais de qualidade, garante menor risco”, explica Denis Rodrigues, engenheiro mecânico especialista em segurança veicular e diretor técnico da empresa.
O Código de Trânsito Brasileiro determina que é proibido conduzir animais nas partes externas do veículo. Ele também não pode estar no banco do motorista ou do passageiro ao lado. Em caso de descumprimento, a lei prevê multas de R$ 127,69 e R$ 85,13, respectivamente. “Não há uma estatística sobre pets envolvidos em acidentes de trânsito, uma vez que o animal é visto pela lei como carga e não como uma vida”, destaca o engenheiro.
O especialista explica que transportar os animais dentro de caixas é seguro apenas para os humanos, pois o animal fica solto dentro da mesma. Ele afirma que a melhor maneira de evitar fatalidades é usar cinto de segurança e cadeirinhas. “Assim, a força de um eventual impacto é absorvida e não é transferida para o animal. Porém, se deve utilizar equipamentos especiais para os cães, porque os cintos para humanos podem incomodá-los e eles podem até mesmo retirá-los”, destaca.
Maria de Lourdes de Jesus, dona de casa, de 76 anos, sabe bem da importância de transportar o animal corretamente. Ela usa um cinto de segurança especial para cachorros sempre que sai com seu pet, um spitz alemão de cinco quilos, que atende pelo nome de Lulu da Pomêrania. “O Lulu faz um tratamento de saúde, então, eu saio de carro com ele pelo menos uma vez por dia. Uso o cinto toda vez. Nunca sofri acidentes com ele, mas já dei algumas freadas bruscas, onde pude comprovar que o cinto é realmente seguro”, conta dona Maria.
Desde que comprou o primeiro cinto para o seu animal, dona Maria se apaixonou pelo produto e pela segurança que ele oferece. Ela diz que tem uma coleção de cintos. “Tenho seis, um de cada cor. Cada vez que saio, uso um de cor diferente. Eu considero o cinto de segurança pet o anjo da guarda dos cães”.
O engenheiro Denis ressalta que é importante utilizar equipamentos que respeitem o biotipo do pet. “Os cintos custam a partir de R$ 98 e são diferentes em relação ao porte de cada animal. De acordo com o tamanho e peso, esse acessório é mais reforçado para aguentar o peso que o animal adquire na hora do impacto”, explica o engenheiro. Ele ressalta que é importante levar em conta que o animal deve estar adaptado ao uso do equipamento para que ele não tente tirar o equipamento.
Dona Maria diz que Lulu usa o cinto há mais de seis anos. Ela afirma que, desde a primeira vez que usou, ele já se acostumou. “Ele até dá o bracinho para colocar o cinto”.
Segundo o especialista, o cinto de segurança pet foi desenvolvido para cães, mas pode ser aplicado em animais de estereótipos e pesos similares, como gato e iguanas. Ele conta que não existem equipamentos específicos para o transporte de aves e que se deve usar gaiolas resistentes e indicadas para o transporte de cargas vivas.

Fonte: G1 Sorocaba e Jundiaí

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com