Home / Destaque / Intoxicação em pequenos animais

Intoxicação em pequenos animais

site-200x300Por Dr. Henrique Uehara – CRMV 31186 
Fone: (17) 3363-7003 – Clínica Uehara

No ambiente clinico casos de intoxicação são comuns em pequenos animais. Sendo por ingestão de alimentos proibidos para pets, medicações feitas sem consultas adequadas, produtos químicos como os de limpeza domiciliar, dedetização, e envenenamento por animais peçonhentos ou venenosos e, por último, por plantas tóxicas.
Intoxicações medicamentosas acontecem comumente em casa, por isso nunca medique seus animais sem recomendação do médico veterinário. Outro tipo de intoxicação acontece quando é realizada a dedetização dentro de sua casa. O peso do animal é importante quanto a duração da exposição para intoxicação, assim como qual o produto utilizado. O médico veterinário pode, e deve ser consultado, sobre a seleção de veneno utilizado no local, ele saberá sobre as particularidades do produto e orientar como proceder para prevenção de acidentes ou intervir com urgência.
Intoxicação por alimentos, também podem ocorrer, devido a negligência ou falta de conhecimento do assunto. Vários alimentos que temos em casa são tóxicos ou agressivos a saúde do animal.
Em caso de qualquer incidente, priorize o atendimento rápido para minimizar os danos causados. Devemos focar na prevenção e educação, informando os tutores, quanto a incidentes e possíveis agentes nocivos.
Os sinais clínicos variam de acordo com o agente causador da intoxicação, mas em geral, podem ser: vômito, diarréia, pupilas dilatadas, irritações de pele, excitação, dor abdominal, podendo também ocorrer convulsões, tremores musculares, falência renal e morte.
É importante salientar que não se deve fazer nada além de levar o animal acometido direto para o atendimento, não dando qualquer tipo de alimento ou possível “antídoto” popular. O médico veterinário, no ato do atendimento, precisa que o proprietário consiga informar se o animal teve contato com agente tóxico, qual foi a via de exposição, os sintomas que o paciente esta apresentando e há quanto tempo, assim como, se possível levar o conteúdo ou frasco suspeito de causar a intoxicação.

FIQUE ATENTO
Alguns alimentos inofensivos para nós, são tóxicos para nossos pets, como, por exemplo, o chocolate, uva, passas, abacate, cebola, alho (este sendo seguro apenas em pequenas quantidades), macadâmia, amendoim, carambola, entre outros.

Nunca medique os animais sem prévio consentimento e receita de um médico veterinário, alguns dos medicamentos que podem causar intoxicação e até a morte de seu pet, como: diclofenaco (“voltaren” e “cataflan”), paracetamol, ivermectina (antiparasitário), é tóxico para raças de focinho longo do “tipo” Collie – Collie, Pastor de Shetland, Border Collie, etc.

ATENTE-SE
Quando dedetizar sua casa: muitos venenos permanecem no ambiente durante algum tempo, por isso verifique com o fabricante ou com o serviço de aplicação, o tempo correto para deixar o espaço livre de animais, evitando qualquer acidente por ingestão do produto ou absorção pela pele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com